Château Vieux Moulin Les Ailes 2012

Château Vieux Moulin Les Ailes 2012

92 pontos (93RP). Rubi intenso, aromas de frutas vermelhas maduras, leve carvalho, aromas animais (couro, lácteo) e vegetais (aspargos, pimentão verde). Na boca o principal adjetivo que vem à cabeça é expansivo. Volumoso, harmônico e aveludado, mas de uma forma bem europeia, elegante. Nada como os rústicos malbecs argentinos. Boa acidez, mais longo que a média geral. Bom ataque, de forma a sentirmos as frutas pulsante. Taninos redondos, nada de amargor. Provavelmente não filtrado, devido às borras na garrafa.

País / Região: França / Corbières AOC (Languedoc)

Castas: Carignan, Grenache , Mourvèdre

Graduação Alcoólica: 14,5°

Temperatura de serviço: 16 a 18°C

Harmonização: arroz de rabada, ossobuco, pato assado, cassoulet, queijos de massa dura, embutidos.

Onde comprar: R$156 em Grand Cru (pesquisa realizada em 22/01/2016).

 

Mais detalhes

  • http://www.vieuxmoulin.net/epages/70946090-fc41-11de-b83c-000d609a287c.sf/fr_FR/?ObjectPath=/Shops/70946090-fc41-11de-b83c-000d609a287c/Categories/Nos_Cuvees/Les_AOP/Les_Ailes1/Les_Ailes

 

Emiliana Coyam 2011

Emiliana Coyam 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

90. Esse vinho foi indicado por alguns sommeliers e, naturalmente, não deu outra: um excelente vinho. Uma das primeiras vinícolas a introduzir vinhos biodinâmicos no Chile. Este aqui é estruturado, intenso e persistente. Desce na garganta mostrando opulência e delicadeza.

 

Mais detalhes em:

http://www.emiliana.cl/our-wines/biodynamic/coyam/

http://www.vivino.com/wineries/cl-emiliana/wines/colchagua-valley-coyam-2011

Montes Outer Limits 2011

Montes Outer Limits 2011

91. Melhor que o irmão Montes Alpha Pinot Noir. Mais corpo e estrutura.

 

Mais detalhes em:

http://outerlimitswines.com/pt/red_wine.php

http://www.vivino.com/wineries/outer-limits/wines/apalta-vineyards-2011