Zorzal Terroir Único Malbec 2013

Zorzal Terroir Único Malbec 2013

91 pontos (92 RP, 92 GD, 92 TIM). Depois de diversas avaliações com pontuações elevadas, a expectativa era grande. Tenho certeza que se fosse uma degustação às cegas, este vinho seria uma ótima surpresa pelo preço que tem. O diferencial dele fica pela ausência da madeira, identificada no nariz e na boca. Lendo sobre o vinho, descobri que a decisão pela ausência de amadurecimento em carvalho se deu para que o terroir e particularidades da Malbec fossem ressaltados. O resultado é interessante, de fato a madeira não faz nenhuma falta e o que se nota são sabores particulares da região de Tupungato, em Mendoza.

País / Região: Argentina / Gualtallary, Tupungato (Mendoza)

Castas: 100% Malbec

Elaboração: vinhedos de 15 anos plantados em Gualtallary, Tupungato, a 1.350 metros acima do nível do mar, com variação térmica de 15 a 18°C entre o dia e a noite. A maceração à frio dura 15 dias para que os aromas e sabores de frutas frescas sejam intensificados. Em seguida, a fermentação ocorre utilizando-se leveduras indígenas, atingindo temperatura máxima de 28°C. Por fim, o amadurecimento é realizado em tanques de concreto.

Harmonização: carne vermelha, massa com molho intenso e linguiça temperada com ervas finas.

Onde comprar: R$83 em Gran Cru (safra 2014, pesquisa realizada em 26/01/2016).

 

Mais detalhes

  • http://www.zorzalwines.com/en/tech_sheets/TERROI_UNIC_MAl.pdf

 

Emiliana Coyam 2011

Emiliana Coyam 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

90. Esse vinho foi indicado por alguns sommeliers e, naturalmente, não deu outra: um excelente vinho. Uma das primeiras vinícolas a introduzir vinhos biodinâmicos no Chile. Este aqui é estruturado, intenso e persistente. Desce na garganta mostrando opulência e delicadeza.

 

Mais detalhes em:

http://www.emiliana.cl/our-wines/biodynamic/coyam/

http://www.vivino.com/wineries/cl-emiliana/wines/colchagua-valley-coyam-2011

Viu Manent Viñedo Centenario 2010

Viu Manent Viñedo Centenario 2010

93. Degustei este vinho como um “regalo” do almoço na vinícola. Que excelente surpresa. Vinho potente e com personalidade. Persistente e super delicado na boca. Muito equilibrado.

 

Mais detalhes em:

http://www.viumanent.cl/our-wines/vibo-2/vinedo-centenario/

http://www.vivino.com/wineries/viu-manent/wines/vibo-malbec-2010

Viu Manent Viu 1 2010

Viu Manent Viu 1

95. Que baita vinho. Aromas não tão intensos, mas na boca ele mostra toda a sua força. Extremamente bem equilibrado e de uma maciez fantástica. Desce maravilhosamente redondo na garganta. A estrutura é complexa e o sabor intenso, potente e persistente. Uma maravilha.

 

Mais detalhes em:

http://www.viumanent.cl/our-wines/viu-1/

http://www.vivino.com/wineries/viu-manent/wines/don-miguel-colchagua-valley-red-2010

Viu Manent Secreto Malbec 2012

Viu Manent Secreto Malbec 2012

86. O nome Secreto vem do desconhecimento das uvas que formam 15% do assamblage. Interessante ideia e marketing. Quanto ao vinho, achei bem simples, com pouca estrutura e personalidade, apesar de ser um vinho corretíssimo e bem equilibrado.

 

Mais detalhes em:

http://www.viumanent.cl/our-wines/secreto-de-viu-manent/malbec/

http://www.vivino.com/wineries/viu-manent/wines/secreto-malbec-2012

Luigi Bosca Malbec 2010

Luigi Bosca Malbec 2010

Aromas de frutas do bosque, ameixa, especiarias ( com o cravo bem notável), baunilha e chocolate. Álcool passando um pouco, fazendo sentir na garganta. Mas no final é razoavelmente equilibrado.

Goulard Classico C 2011

Goulard Classico C 2011

Aroma de passas e frutas secas. Um pouco amargo, mostrando pouco equilíbrio entre álcool e estrutura. Taninos um pouco verde. Em geral um vinho mediano. Pelo preço, acaba se tornando uma boa opção.

Rigal Cahors Malbec 2012

Rigal Cahors Malbec 2012

Esse vinho me surpreendeu. Realmente não dava muito por ele. Equilibrado, de taninos maduros e corpo aveludado. Aroma frutado, onde se destaca a cereja. Desceu suave, restando apenas o gosto de quero mais ao final da garrafa.