Falernia Sangiovese 2013

Na última Expovinis, degustei alguns excelentes rótulos da vinícola Falernia. Um dos que mais impressionaram foi o varietal Sangiovese, safra 2013, mas outros rótulos do portfólio também mostram ótimo custo-benefício.

Falernia Sangiovese 2013

93 pontos. Linda cor rubi com muitos reflexos alaranjados. Muito perfumado, frutado. Equilibrado, redondo, aveludado e persistente. Uma bela surpresa pelo preço.

Preço: R$65,00 em Desenrolha (pesquisa realizada em 15/06/2017).

País / Região: Chile / Vale de Elqui

Castas: 100% Sangiovese

Outros rótulos que merecem atenção:

  • Falernia Syrah 2012 (R$65,00 em Desenrolha, pesquisa realizada em 15/06/2017)
  • Falernia Carménère 2015 (R$65,00 em Desenrolha, pesquisa realizada em 15/06/2017)
  • Falernia Cabernet Sauvignon 2014 (R$65,60 em WineBrasil, pesquisa realizada em 15/06/2017)
  • Falernia Pinot Noir 2015 (R$79,90 em Sonoma, pesquisa realizada em 15/06/2017)
  • Falernia Carménère Reserva 2015 (R$110, em WineBrasil, pesquisa realizada em 15/06/2017)
  • Falernia Syrah Reserva 2009 (R$110, em WineBrasil, pesquisa realizada em 15/06/2017)
  • Falernia Pinot Noir Reserva 2013 (R$120, em WineBrasil, pesquisa realizada em 15/06/2017)

 

Mais detalhes:

  • http://falernia.com

 

Palo Alto Reserva I 2013

Palo Alto Reserva I 2013

91 pontos (JS93). Aromas de vinho excepcional, perfumados e elegantes, remetendo a frutas vermelhas maduras e violeta. Na boca mostra bom corpo, bom equilíbrio e boa acidez. Ligeiramente curto e com uma pequena pontada de amargor, mostrando taninos e seleção de uvas quase ideais. Com um pouco mais de potência e aveludado, justificaria os 93 pontos de James Suckling.

País / Região: Chile / Vale do Maulle

Castas: 50% Cabernet Sauvignon, 28% Carménère, 22% Syrah

Graduação Alcoólica: 13,5°

Elaboração: envelhecimento por 8 meses em carvalho francês e americano.

Harmonização: queijos envelhecidos, massas e carnes.

Temperatura de serviço: 16°C.

Preço: R$70,22 em Wineface (pesquisa realizada em 19/10/16).

 

Mais detalhes:

  • http://www.paloaltowines.com/en/vinos/reserva-i/
  • http://www.paloaltowines.com/en/assets/uploads/2016/03/res-1-2013-eng.pdf

 

Torreon de Paredes Reserva Carménère 2012

Torreon de Paredes Reserva Carménère 2012

88. Aromas com intensidade mediana, remetendo a pimenta e framboesa. Equilibrado, corpo médio, acidez pulsante, mas estrutura geral apresentando pouca personalidade. Mais aveludado que o irmão cabernet sauvignon.

País / Região: Chile / Rengo (Vale do Alto Cachapoal)

Castas: 90% Carménère, 10% Cabernet Sauvignon

Graduação Alcoólica: 13,5°

Elaboração: amadurecido em barris de carvalho francês por 6 meses.

Temperatura de serviço: 16 a 18°C

Harmonização: frango, peru, codorna, porco, peixe grelhado e massas.

Onde comprar: R$75,40 em Vinho Site (pesquisa realizada em 05/01/2016).

 

Mais detalhes

  • http://www.torreon.cl/docs/tsheet/RES_CAR12_I.pdf
  • http://www.torreon.cl/english/Res_car.html

 

Torreon de Paredes Carménère 2012

Torreon de Paredes Carménère 2012

85. Aromas fragrantes de framboesa, cereja e azeitona preta. Leve, com algumas pontas soltas, pouco corpo e um pouco de amargor no final de boca.

País / Região: Chile / Rengo (Vale do Alto Cachapoal)

Castas: 100% Carménère

Graduação Alcoólica: 13,5°

Temperatura de serviço: 16 a 18°C

Harmonização: carnes brancas, peru, codorna, porco, peixe grelhado e massas.

 

Mais detalhes

  • http://www.torreon.cl/english/VR_car.html

 

Chono Single Vineyard Carménère 2012

Chono Single Vineyard Carmenère 2012

87. Equilibrado e muito correto, transmite bem as características da carménère. Pouco corpo e estrutura, se mostrando uma boa opção para eventos descontraídos. Acompanhou bem um bacalhau com natas.

País / Região: Chile / Colchagua

Castas: Carménère (85%), Syrah (7%) e Petite Syrah (8%)

Graduação Alcoólica: 14,2°

Elaboração: 60% do vinho amadureceu em barricas de carvalho francês e americano durante 12 meses.

Harmonização: mix de queijo e embutidos, penne com molho de linguiça fresca, peito de frango recheado com queijo e presunto, carne de panela com legumes, pizza com queijo.

Temperatura de Serviço: 15°C

 

Mais detalhes

  • www.chonowines.com

 

Emiliana Coyam 2011

Emiliana Coyam 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

90. Esse vinho foi indicado por alguns sommeliers e, naturalmente, não deu outra: um excelente vinho. Uma das primeiras vinícolas a introduzir vinhos biodinâmicos no Chile. Este aqui é estruturado, intenso e persistente. Desce na garganta mostrando opulência e delicadeza.

 

Mais detalhes em:

http://www.emiliana.cl/our-wines/biodynamic/coyam/

http://www.vivino.com/wineries/cl-emiliana/wines/colchagua-valley-coyam-2011

Casa Silva Doña Dominga Carménère 2011

Casa Silva Doña Dominga Carménère 2011

87. Vinha básico mas muito bom. Irmão mais novo do Casa Silva CS já anotado aqui, possui um pouco mais de arestas mas ainda sim é bem equilibrado e com aroma bem frutado.

 

Mais detalhes em:

http://www.casasilva.cl/vino.html/vino.id/15

http://www.vivino.com/wineries/vina-casa-silva/wines/casa-silva-dona-dominga-single-carmenere-2011

Lapostolle Clos Apalta 2010

Clos Apalta

96. Considerado o melhor vinho do mundo na safra de 2005. É um must-drink, um ícone do novo mudo. Muito corpo, personalidade, suavidade, elegância, sabor muito persistente.

 

Mais detalhes em:

http://en.lapostolle.com/wines/clos-apalta/?year=2010

http://www.vivino.com/wineries/lapostolle/wines/clos-apalta-limited-release-2010

Lapostolle Canto de Apalta 2012

Lapostolle Canto de Apalta 2012

88. Vinho mediano da vinícola, mas com grande potencial. Marca um pouco na garganta, mas pode se desenvolver ao longo dos anos. Aqui no Chile é um vinho bem barato, se tornando uma excelente opção na relação custo/benefício.

 

Mais detalhes em:

http://en.lapostolle.com/wines/canto-de-apalta/

http://www.vivino.com/wineries/lapostolle/wines/canto-de-apalta-2012

Viu Manent Gran Reserva Carménère 2012

Viu Manent Gran Reserva Carménère 2012

91. Muito bom vinho, estrutura robusta, aromas e sabor persistente, além de ser muitíssimo equilibrado.

 

Mais detalhes em:

http://www.viumanent.cl/our-wines/gran-reserva/carmenere/

http://www.vivino.com/wineries/viu-manent/wines/gran-reserva-carmenr-2012

Montes Alpha Carménère 2011

Montes Alpha Carménère 2011

92. Excelente vinho. Não chega a ser um dos tops da vinícola mas é muito bom. Os aromas não são intensos, mas percebe-se pimenta, ameixa e madeira. Na boca é onde a festa começa: muito bem equilibrado, de sabor intenso, persistente, corpo de respeito e muito aveludado. Desce na garganta como uma pluma.

Almaviva 2010

Baron Philippe De Rothschild Almaviva 2010

Almaviva 2010 Chile Concha y Toro Baron Philippe de Rothschild Vinho Tinto

97. Melhor vinho da minha existência nesse mundo. Os aromas não são diferenciados: frutas do bosque e café. É na boca que esta lágrima dos anjos mostra seus encantos. A sensação mais similar que consigo descrever é de fogos de artifício, explosões de prazer na boca. As ondas de sabor vão se sobrepondo umas àas outras, inundando a boca de inúmeras sensações marcantes. É como se os sabores fossem se intensificando ao se combinarem, algo como uma fusão nuclear de sabores. Nunca havia sentido sensação semelhante em um vinho.

Almaviva Epu Dos Mil Diez 2010

Almaviva Epu Dos Mil Diez 2010

Depois de uma degustação padrão da vinícola, eu e dona patrôa decidimos fazer uma segunda degustação, só nossa, alcançando a marca de 14 vinhos degustados. Nota 94 pra esse Epu, segundo rótulo com cara de primeiro da vinícola Almaviva. Aromas de pimenta, framboesa, morango e eucalipto, que refresca todas as vias nasais. Na boca é bem aveludado, com uma estrutura muito macia. Me lembrou os Brunellos da Toscana. Na faixa dos R$150, é um excelente vinho.

Santa Ines Estate Reserve Carmenérè 2010

Santa Ines Estate Reserve Carmenérè 2010

Vermelho rubi escuro com reflexos violáceos, tonalidade intensa para um vinho de média idade. Aromas de frutos do bosque, ameixa, eucalipto e leve toque de madeira. Na boca é apenas razoavelmente equilibrado devido à pouca acidez e taninos marcantes. Álcool, maciez e corpo medianos.