Adega de Borba Reserva 2011

87. Apesar de equilibrado, faltou alguma coisa. Pouco aveludado, faltou elegância. Faltou aspecto rústico também. Faltou personalidade e tipicidade. Um vinho camponês, cru.

País / Região: Portugal / Alentejo

Castas: Aragonez, Trincadeira, Castelão e Alicante Bouschet

Graduação Alcoólica: 13,5%

Elaboração: provenientes de vinhas velhas, as uvas tiveram um rigoroso controlo na evolução da maturação, tendo sido vindimadas em pequenas quantidades. Na Adega após o desengace e esmagamento suave da uva, iniciou-se a fermentação alcoólica que se prolongou por cerca de 10-15 dias com a temperatura controlada a 24ºC, para maior extração dos aromas e sabores frutados da uva. Para aumentar a complexidade polifenólica, os taninos e a estrutura do vinho, este permaneceu em cuba num processo de maceração pós-fermentativa. A fermentação malolática ocorreu posteriormente em recipientes de inox. Para enaltecer e elevar as suas características organoléticas, o vinho estagiou 12 meses em barricas de 3º e 4º ano, de carvalho francês e em tonéis de madeira exótica, findo o qual se seguiu um estágio de 6 meses em garrafa em cave.

Serviço: 16-17ºC.

Guarda: pode ser consumido de imediato, de preferência, poderá também deixá-lo estagiar por até 10 anos.

 

Mais detalhes em:

  • http://www.adegaborba.pt/vinhos/rotulo-cortica/tinto